Available courses

I. EMENTA

Estuda o contexto histórico do surgimento do Espiritismo. Em especial as revoluções científicas-tecnológicas (como a Revolução Industrial) e político-filosóficas (a exemplo da Revolução Francesa) que influenciará grandemente o século XIX grandes movimentos revolucionários europeus que derrubaram o absolutismo, implantaram a economia liberal e extinguiram o antigo sistema colonial, e instituíram a separação entre Estado e Religião (laicidade), movimentos esses apoiados nas ideias renovadoras da Filosofia e da Ciência. A disciplina pretende fazer um panorama histórico das enormes contribuições culturais recebidas pelo advento do Espiritismo, materializado no mundo físico pelo trabalho inestimável do professor francês Hippolyte Léon Denizard Rivail que, ao codificar a Doutrina Espírita, adotou o pseudônimo de Allan Kardec.

E estuda o contexto educacional da formação do professor francês Hippolyte Léon Denizard Rivail (Allan Kardec) e as influências pedagógicas no pensamento deste, contido nas obras didáticas e propostas político-educacionais. Busca-se levantar as contribuições de Jan Amos Comenius (1592-1670), Jean-Jacques Rousseau (1712-1778) e Johann Heinrich Pestalozzi (1746-1827) para a formação do viria a tornar-se um projeto brasileiro de Pedagogia Espírita, embasando teórica e historicamente as disciplinas subsequentes.

II. OBJETIVO GERAL

O curso pretende explicitar e analisar o contexto histórico do século XIX na Europa, por ocasião do surgimento da Doutrina Espírita e bem como a herança pedagógica do século XIX recebida por Rivail e repassada na forma de um projeto brasileiro de Pedagogia Espírita.

III. OBJETIVOS ESPECÍFICOS

a) Aprofundar o conhecimento em relação às origens dos grandes movimentos revolucionários europeus e que influenciaram o Espiritismo;

b) Compreender o processo de produção de intelectual em que nasceu o professor Hippolyte L. D. Rivail, codificador do Espiritismo;

d) Aprofundar o conhecimento em relação às origens do pensamento pedagógico que influenciaram no modelo pedagógico do Espiritismo;

e) Compreender as contribuições de Jan Amos Comenius (1592-1670), Jean-Jacques Rousseau (1712-1778) e Johann Heinrich Pestalozzi (1746-1827) para a formação do projeto brasileiro de Pedagogia Espírita;

f) Fornecer embasamento histórico para as pesquisas de TCC.

III. AVALIAÇÃO

a)       Elaboração de relatórios de leitura;

b)      Preenchimento do formulário de auto-avaliação.

 


I. EMENTA

Busca-se a relação entre Religião e Meio-ambiente, em especial numa hermenêutica mais ampla como da Ecoteologia  ou Ecofeminismo. Em relação ao “Espiritismo e Ecologia” parte-se da perspectiva de André Trigueiro, Orlando Vilarraga entre outros expositores espíritas e bem como encontrar respaldo nas obras da codificação de Kardec.

 II. OBJETIVO GERAL:

Compreender o potencial pedagógico de diferentes hermenêuticas religiosas de mitos e textos sagrados para uma sensibilização e ressignificação da ação humana sobre o meio-ambiente, em todos os reinos, do mineral, passando pelo vegetal, animal, hominal e espiritual.   

 III. OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

•     Conceituar “Ecoteologia” e discutir sua importância no mundo de hoje.

•     Analisar os aspectos socioambientais em filmes como Fernão Capelo Gaivota e Moana;

•     Estimular a utilização a Ecoteologia como instrumento pedagógico de diminuir nossa pegada ecológica no planeta, em especial utilizando-se da filosofia dos 8 R’s.

 IV. CONTEÚDOS: Textos-base:

 1. Espiritismo e Ecologia (André Trigueiro)

2. Texto: Ecologia e Espiritismo (André Trigueiro)

3. Educação Espírita e o Desenvolvimento Sustentável (VILARRAGA, Orlando)

4. A falta de cuidado: estigma de nosso tempo (Leonardo Boff)

  “Saber Cuidar: Ética do humano - compaixão pela terra” de Leonardo Boff.Arquivo

5. Leitura dirigida do Filme Fernão Capelo Gaivota

6. Leitura dirigida do Filme Moana

7. Gênesis Bíblico (Uma leitura ecofeminista)

 IV. AVALIAÇÃO

a) Participação em aula;

b) Elaboração de relatórios de leitura;

c) Debate sobre as pesquisas.

d) Preenchimento do formulário de auto-avaliação.

 


Tanatologia - Como lidar com a morte e o morrer, uma abordagem plural e espírita
Universidade Livre Allan Kardec (Uni-AK) se propõe a administrar e organizar e certificar os concluintes do curso livre, sendo:
A) PÚBLICO-ALVO
Saúde, acadêmic@s ou profissionais que trabalham em consultórios médic@s, clínicas, hospital, home care, atendimentos de emergências e urgências, psicólog@s, médicos, pedagog@s, enfermeir@s.
Com critério de ser espírita ou simpatizante da Doutrina Espírita, e aberto ao Diálogo Interreligioso.

B) DURAÇÃO: 3 meses o curso básico.

C) OBJETIVOS:
1. Conhecer os fundamentos mitico-religiosos da Tanatologia refletindo sobre o contexto cultural;
2. Discutir técnicas de abordagem e diálogo fraterno com idosos ou pacientes terminais;
3. Favorecer a formação continuada de forma criativa destacando seu papel profissional, ético e solidário;
4. Planejar e executar as atividades de Capelania Espírita e Cuidados Paliativos.

D) ÁREA DE CONHECIMENTO
Saúde e Capelania Espírita

E) METODOLOGIA
O curso será 100% EaD em plataforma própria.
O processo de ensino e aprendizagem é dialogado em monitoria para quem necessitar, haverá um encontro semanal de fórum facultativo em ambiente coletivo; e disponibilização do material didático em PDF e material complementar em multimídia por email e/ou plataforma.

F) ORGANIZAÇÃO CURRICULAR
1. Visões plurais da morte e do morrer.
2. Perspectivas multiculturais e multiprofissionais. 
3. Conceitos Medico- Espíritas de Eutanásia, Ortotanásia e Distanásia.
4. Educação para a morte (Herculano Pires).
5. Oito idades do ser humano (E. Erickson).
6. Capelania Espírita (Fluidoterapia e Diálogo fraterno)
7. Etapas do Luto.


Avisos do site

(No announcements have been posted yet.)