I. EMENTA

Revisa os pressupostos psico-pedagógicos para fundamentar @ evangelizad@r em sua práxis (ação-reflexão-ação) em espaços doutrinários espíritas, presenciais ou virtuais.

Estuda elementos da Didática Geral voltados a fundamentos, organização e estruturação da Pedagogia Espírita.

Apresenta currículos históricos de catecismo espírita (Leon Denis, Caibar Schutel, Eliseu Rigonatti); programas da internet e programa da unificação espírita da FEB.

Disponibiliza materiais de apoio a@ evangelizad@r como coletânea de músicas e histórias.

 II. OBJETIVO GERAL

Fornecer elementos fundamentais psico-pedagógicos para a fundamentos, organização e estruturação do processo educativo, nas perspectivas: histórica, organizacional, da cosmovisão espírita, da cidadania e moral. 

 III. OBJETIVOS ESPECÍFICOS

a)   Compreender os pressupostos psico-pedagógicos para a elaboração de projetos político pedagógicos a partir de uma cosmovisão espírita;

b)   Estudar propostas de Evangelização para crianças e adolescentes; currículos históricos de catecismo espírita; programas da internet e programa da unificação espírita da FEB;

c)   Conhecer materiais alternativos adaptados para a evangelização infanto-juvenil.


I. EMENTA

O Curso busca despertar e orientar tod@s participantes a conhecerem e compreenderem como novos conceitos em modernas concepções do pensamento científico que estão surgindo a partir das pesquisas da consciência, do campo transpessoal e do novo paradigma científico, podem ser utilizados a favor do crescimento e do desenvolvimento dos potenciais humanos. A abordagem Transpessoal integra em seu campo de análise a dimensão espiritual, o que possibilita uma nova compreensão da natureza humana em seus aspectos físico, científico, moral, intelectual, ético e espiritual, estimulando a criação de novos modelos de investigação científica.

 II. OBJETIVO GERAL:

Propõe-se a discutir as principais concepções sobre a natureza e a origem dos estados não comuns da consciência, das crises psico-espirituais, a revisar e socializar pesquisas sobre reencarnação e mediunidade; e oferecer subsídios teóricos e metodológicos para a ampliação do conhecimento nas áreas da Saúde, Educação e Organização no processo construtivo da aprendizagem e no desenvolvimento interpessoal concernentes a esses mecanismos, a quem desejar buscar o caminho de auto crescimento com destino ao processo de transformação.           

 III. OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

Discutir as principais concepções sobre a natureza e a origem dos estados não comuns da consciência e das crises psico-espirituais.

Revisar e socializar pesquisas sobre reencarnação e mediunidade;

Oferecer subsídios teóricos e metodológicos para o desenvolvimento interpessoal concernentes a esses mecanismos, a quem desejar buscar o caminho de auto crescimento com destino ao processo de transformação.


I. EMENTA

Estuda o contexto histórico do surgimento do Espiritismo. Em especial as revoluções científicas-tecnológicas (como a Revolução Industrial) e político-filosóficas (a exemplo da Revolução Francesa) que influenciará grandemente o século XIX grandes movimentos revolucionários europeus que derrubaram o absolutismo, implantaram a economia liberal e extinguiram o antigo sistema colonial, e instituíram a separação entre Estado e Religião (laicidade), movimentos esses apoiados nas ideias renovadoras da Filosofia e da Ciência. A disciplina pretende fazer um panorama histórico das enormes contribuições culturais recebidas pelo advento do Espiritismo, materializado no mundo físico pelo trabalho inestimável do professor francês Hippolyte Léon Denizard Rivail que, ao codificar a Doutrina Espírita, adotou o pseudônimo de Allan Kardec.

E estuda o contexto educacional da formação do professor francês Hippolyte Léon Denizard Rivail (Allan Kardec) e as influências pedagógicas no pensamento deste, contido nas obras didáticas e propostas político-educacionais. Busca-se levantar as contribuições de Jan Amos Comenius (1592-1670), Jean-Jacques Rousseau (1712-1778) e Johann Heinrich Pestalozzi (1746-1827) para a formação do viria a tornar-se um projeto brasileiro de Pedagogia Espírita, embasando teórica e historicamente as disciplinas subsequentes.

II. OBJETIVO GERAL

O curso pretende explicitar e analisar o contexto histórico do século XIX na Europa, por ocasião do surgimento da Doutrina Espírita e bem como a herança pedagógica do século XIX recebida por Rivail e repassada na forma de um projeto brasileiro de Pedagogia Espírita.

III. OBJETIVOS ESPECÍFICOS

a) Aprofundar o conhecimento em relação às origens dos grandes movimentos revolucionários europeus e que influenciaram o Espiritismo;

b) Compreender o processo de produção de intelectual em que nasceu o professor Hippolyte L. D. Rivail, codificador do Espiritismo;

d) Aprofundar o conhecimento em relação às origens do pensamento pedagógico que influenciaram no modelo pedagógico do Espiritismo;

e) Compreender as contribuições de Jan Amos Comenius (1592-1670), Jean-Jacques Rousseau (1712-1778) e Johann Heinrich Pestalozzi (1746-1827) para a formação do projeto brasileiro de Pedagogia Espírita;

f) Fornecer embasamento histórico para as pesquisas de TCC.

III. AVALIAÇÃO

a)       Elaboração de relatórios de leitura;

b)      Preenchimento do formulário de auto-avaliação.

 


I. EMENTA

Busca-se a relação entre Religião e Meio-ambiente, em especial numa hermenêutica mais ampla como da Ecoteologia  ou Ecofeminismo. Em relação ao “Espiritismo e Ecologia” parte-se da perspectiva de André Trigueiro, Orlando Vilarraga entre outros expositores espíritas e bem como encontrar respaldo nas obras da codificação de Kardec.

 II. OBJETIVO GERAL:

Compreender o potencial pedagógico de diferentes hermenêuticas religiosas de mitos e textos sagrados para uma sensibilização e ressignificação da ação humana sobre o meio-ambiente, em todos os reinos, do mineral, passando pelo vegetal, animal, hominal e espiritual.   

 III. OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

•     Conceituar “Ecoteologia” e discutir sua importância no mundo de hoje.

•     Analisar os aspectos socioambientais em filmes como Fernão Capelo Gaivota e Moana;

•     Estimular a utilização a Ecoteologia como instrumento pedagógico de diminuir nossa pegada ecológica no planeta, em especial utilizando-se da filosofia dos 8 R’s.

 IV. CONTEÚDOS: Textos-base:

 1. Espiritismo e Ecologia (André Trigueiro)

2. Texto: Ecologia e Espiritismo (André Trigueiro)

3. Educação Espírita e o Desenvolvimento Sustentável (VILARRAGA, Orlando)

4. A falta de cuidado: estigma de nosso tempo (Leonardo Boff)

  “Saber Cuidar: Ética do humano - compaixão pela terra” de Leonardo Boff.Arquivo

5. Leitura dirigida do Filme Fernão Capelo Gaivota

6. Leitura dirigida do Filme Moana

7. Gênesis Bíblico (Uma leitura ecofeminista)

 IV. AVALIAÇÃO

a) Participação em aula;

b) Elaboração de relatórios de leitura;

c) Debate sobre as pesquisas.

d) Preenchimento do formulário de auto-avaliação.